Pinturas rupestres no Cerrado: “entre as mais exuberantes do mundo”

The area of the municipality of Serranópolis attracted the attention of scholars due to the variety of paintings and rock engravings that cover the sandstone walls and also to present an ancient human occupation, dating from approximately 11,000 years A.P. until the beginning of the 20th century. It is one of the richest and most important archeological areas in Brazil for the study of the arrival of man and the hunter populations of the Holocene period.

A área do município de Serranópolis despertou a atenção de estudiosos em decorrência da variedade de pinturas e gravuras rupestres que cobrem os paredões de arenito e ainda por apresentar uma ocupação humana antiga, que data de aproximadamente 11.000 anos A.P. até o início do século XX. É uma das áreas arqueológicas mais ricas e importantes do Brasil para o estudo da chegada do homem e das populações caçadoras do período Holoceno. Como altitudes entre 500 e 950 metros, a área possui abrigos rochosos, localizados no arenito Botucatu, que apresentam espessas camadas arqueológicas e paredes decoradas com pinturas e gravuras” (SCHMITZ et al.,pintura rupestre 1 2004). (Republicado em tese de mestrado de Harley Anderson de Souza – O desgaste da pintura rupestre e dos abrigos sob rocha na RPPN Pousada das Araras em Serranópolis)

As pinturas rupestres ou nas cavernas do Cerrado destacam-se entre as mais exuberantes do mundo e nem todas são conhecidas e estão devidamente georreferenciadas – com coordenadas conhecidas em um dado sistema de referência. Serranópolis, município a 370 quilômetros de Goiânia, sudoeste do Estado de Goiás destaca-se em quantidade de vestígios da presença humana na pré-história.

Em sítios arqueológicos foram encontrados indícios de que a região foi ocupada por mais de 550 gerações de homens antes do presente. E, em 1996, foi encontrado um esqueleto datado em 11 mil anos. Ao todo foram descobertos 1435 sítios arqueológicos em Goiás, de acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Desses, apenas 382 estão georreferenciados. São locais que foram utilizados por grupos ceramistas agricultores ou serviram de abrigos sob-rocha onde são encontradas pinturas rupestres ou gravuras.

“A região de Serranópolis insere-se no contexto das paisagens dominadas por formas de relevo convexos e tabulares, com diferentes ordens de grandezas e de aprofundamentos de drenagens, pertencentes ao domínio do Planalto Setentrional da Bacia Sedimentar do Paraná. Geologicamente, a região apresenta arenitos das formações Botucatu e Bauru e basaltos da formação Serra Geral” (SCHMITZ et al., 2004).(Republicado em tese de mestrado de Harley Anderson de Souza – O desgaste da pintura rupestre e dos abrigos sob rocha na RPPN Pousada das Araras em Serranópolis)

rupestre 2

Torreão de rocha de quartizito que se eleva acima da vegetação de cerrado preservado em Serranópolis, sudoeste do Estado de Goiás. Nesse local viveram homens e mulheres desde 11 mil anos antes do presente.

Em Goiás, estão definidos três estilos de pinturas rupestres, que são o estilo Caiapônia (possivelmente tradição Planalto), o estilo Serranópolis (possivelmente tradição São Francisco) e o conjunto estilístico de Formosa (tradição Geométrica)”: (Schmitz, Pedro Ignácio, e al. Arte Rupestre no Centro do Brasil – Pinturas e Gravuras da Pré-História de Goiás e Oeste da Bahia)…

rupestre 3

No município de Serranópolis estão concentradados, num espaço de 25 km, aproximadamente 40 abrigos, dos quais ao menos oito apresentam ocupações humanas antigas, cujas datas vão de 11.000 a 8.400 anos”. “Embora existam abrigos pequenos com 100 m2 úteis, a maior parte é grande, podendo chegar até 1500 m2” (Schmitz, Pedro Ignácio, e al. Arte Rupestre no Centro do Brasil – Pinturas e Gravuras da Pré-História de Goiás e Oeste da Bahia)

.O pequi já existia há milhões de anos no cerrado, talvez mais de 65 milhões de anos como mostram fósseis descobertos em Catalão, que foi habitado por centenas de gerações que nos antecederam. A foto mostra frutos bem perto dos paredões com pinturas rupestres em Serranópolis.

A espécie poder estar na região naquela época e pode ter servido de alimentação para o homem pré-históricorupestre piqui

Há 11 mil anos viveu o homem da Serra do Cafezal

esqueleto 11 mil anos

Durante escavação na Gruta do Diogo, em Serranópolis – Goiás, foi encontrado esqueleto datado em 11 mil anos e que ficou conhecido como Homem da Serra do Cafezal – um dos esqueletos humanos mais antigos já encontrado na América do Sul

 

publicação de http://wagneroliveiragoias.blogspot.com.br/2012/05/e-s-p-e-ci-l-homem-pre-historico-de.html

About cerradania

Operário das letras, Comunicador e Idealizador da Cerradania, Palestrante,Professor. Letterman, Communicator and Idealizer of Cerradania, Speakers,Teacher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Central do Cerrado – Produtos Ecossociais

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede MAIS Vida no Cerrado

O berço das águas corre perigo

biomas do cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

WWF - Latest

Citizenship actions in the Cerrado biome

ISPN

Citizenship actions in the Cerrado biome

Cerratinga

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Citizenship actions in the Cerrado biome

Museu Virtual de Ciência e Tecnologia – Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Day by Day the Farm Girl Way...

Simple life on a little piece of land.

Cerradania

Citizenship actions in the Cerrado biome

Maravilhas do Cerrado

"O uso da fotografia e cultura digital para fomento da educação ambiental"

Jim Caffrey Images Photo Blog

photography from the ground up

%d blogueiros gostam disto: