Arvores fantásticas do Brasil e do Mundo

Algumas das plantas mais incríveis da Terra
Árvores estão constantemente competindo por comida, lutando para deixar descendentes, escapando de predadores. Elas podem escalar as outras para chegar à luz, enganar animais para dispersar suas sementes, e, em último caso, chegam até a matar.
Assim como os animais, as árvores precisam se alimentar, e fazem de tudo para chegar à sua principal fonte de comida: a luz. Na tentativa de chegar ao topo, algumas espécies foram ao extremo e podem até matar. A figueira mata pau começa a crescer em cima de outras plantas. No processo acaba abraçando sua hospedeira, que não consegue mais transportar água e nutrientes, e acaba morrendo.


Algumas delas estão na Terra há tanto tempo que presenciaram o nascer do sol mais de um milhão de vezes.
As sequoias são as maiores árvores do mundo e podem ter mais de 100 metros de altura. General Sherman, uma sequoia de aproximadamente 2.100 anos possui um peso equivalente a dez baleias-azuis. As bristocne pines têm mais de 4.600 anos, e já estavam aqui quando as pirâmides do Egito foram erguidas ou quando Cristóvão Colombo chegou à América. Outras, como as cerejeiras e os ipês, não vivem tanto, mas possuem flores vistosas que embelezam os campos e as cidades pelo mundo.
Assim como qualquer ser vivo, as árvores precisam se preocupar em obter alimento, escapar de predadores, gerar descendentes, entre outras missões complexas da jornada da vida. Para dispersar suas sementes, por exemplo, elas podem facilmente enganar os animais da fauna local, e para alcançar o topo da floresta em busca de luz – elemento essencial da nutrição vegetal – elas são capazes até de matar.
Ainda que sua maior ameaça ainda seja a ação humana provocando o desmatamento, é incrível perceber as estratégias mais elaboradas que estes seres vivos galhosos desenvolveram ao longo da evolução na luta pela sobrevivência.
Confira algumas espécies de árvores mais curiosas ou inusitadas pelo mundo:
Baobá, um ecossistema em uma única árvore
arvore baobá
O baobá pode sustentar a vida de incontáveis criaturas. Dos minúsculos insetos que perambulam por suas cavidades até o elefante, o maior mamífero terrestre, que procura a água estocada no tronco para sobreviver às duras condições dos desertos da África. Aves fazem seus ninhos nos galhos, babuínos devoram suas frutas, morcegos bebem o néctar de suas flores. É um mundo em forma de planta.
Babuínos devoram suas frutas, morcegos bebem o néctar de suas flores. É um mundo em forma de planta
CEREJEIRAS
Prunus serrulata - (cerejeira-do-japão)

Prunus serrulata – (cerejeira-do-japão)


A floração das cerejeiras anuncia o início da primavera no Japão. Entre março e maio o País é tomado por diferentes tons de branco e rosa que transformam a paisagem de forma deslumbrante. As árvores ficam floridas durante uma semana aproximadamente, e suas flores simbolizam a beleza e a fragilidade da natureza e da própria vida.
Bristocone pine, a árvore mais antiga
Bristocone pine

Bristocone pine


Bristocone pine é uma espécie de pinheiro que vive no limite. Localizados a três mil metros de altitude, nas California’s White Mountains, nos EstadosUnidos, suportam temperaturas congelantes e ventos tão fortes que só conseguem crescer durante seis semanas por ano. São as árvores mais antigas da Terra. O indivíduo mais velho, Methuselah, foi descoberto em 1957 e acredita-se que tenha aproximadamente 4.600 anos. A localização dessa relíquia é mantida em segredo para evitar vandalismo
Ipê, numa explosão de cores.
ipe-amarelo-flores

ipe-amarelo-flores


A floração dos ipês anuncia a primavera no Brasil. No final de agosto ou começo de setembro, as cidades e os campos são tomados por uma sucessão de cores. Primeiro são os roxos, depois os amarelos (foto), brancos e finalmente os rosas. Cada árvore fica florida durante uma semana, aproximadamente. Então as flores caem, dando um colorido especial ao chão
Figueira mata pau, a árvore assassina
FIGUEIRA MATA PAU
Tambem conhecida como: cerejeira, doliária, figueira, figueira-branca, figueira-brava, figueira-grande,gameleira, gameleira-de-cansaço, gameleira-de-pinga, gameleira-de-purga, guaporé, ibapoi, pau-bicho-amarelo, gameleira-branca. A figueira mata pau é dispersa por aves e macacos. Quando eles defecam, as sementes frequentemente caem em um galho de outra árvore e começam a se desenvolver. As folhas procuram a luz enquanto as raízes buscam o solo. Durante o processo a árvore hospedeira é envolvida em um abraço mortal. A pressão exercida pela figueira é tão grande que a outra planta não consegue mais transportar seiva e acaba perecendo.
Ela pode ser encontrada em regiões tropicais pelo mundo.

Sequoia gigante, a maior árvore do mundo
sequoia gigante
General Sherman é o nome da maior árvore do mundo em volume segundo o Guinness, o livro dos recordes. A sequoia de 82,6 metros de altura, 25,9 metros de diâmetro, 1.814 toneladas e aproximadamente 2.100 anos se encontra no Sequoia National Park, California, Estados Unidos. Teria madeira suficiente para a produção de cinco bilhões de fósforos. Mas convenhamos, seria um desperdício cortar esse gigante só para acender o fogão de casa
A arvore mais grossa do mundo
arvore_mais_grossa_do_mundo
A planta mais “gordinha” do planeta é um cipreste mexicano. Com 36 metros de cintura, a Árvore de Santa María del Tule, localizada no estado de Oaxaca- México, ganhou um lugar no Guinness, o livro dos recordes, como a árvore com maior circunferência do mundo
«
Castanheira, a prova de que tudo na natureza está conectado

castanheira-do-Brasil (Bertholletia excelsa)

castanheira-do-Brasil (Bertholletia excelsa)


O fruto da castanheira (do Pará), chamado de ouriço, abriga sementes ricas em gordura e nutrientes em O fruto da castanheira (do Pará), chamado de ouriço, abriga sementes ricas em gordura e nutrientes em seu interior. No entanto, sua casca é tão dura que é impossível de ser aberta pela maioria dos animais. Porém, um pequeno mamífero de dentes fortes é capaz de fazer um buraco nessa armadura impenetrável. A cutia pode encontrar até 30 castanhas lá dentro, o que é muito para comer de uma vez só. As sobras são enterradas na terra, para uma refeição posterior. Mas a memória do pequeno roedor não é perfeita: algumas sementes são esquecidas no solo da floresta amazônica e darão origem a uma nova geração. O ouriço é deixado no chão e, quando começa a temporada de chuvas, se enche de água – a partir do buraco deixado pela cutia – e se transforma em um berçário para sapos e insetos. Nada é desperdiçado
A castanheira-do-Brasil (Bertholletia excelsa), também conhecida como castanheira-do-Pará, é uma árvore alta e bela, nativa da Amazônia. Ela pode ser encontrada em florestas às margens de grandes rios, como o Amazonas, o Negro, o Orinoco e o Araguaia, mas está ameaçada de extinção.
Apesar de estar presente em todos os nove países amazônicos (Brasil, Peru, Colômbia, Equador, Bolívia, Guiana, Suriname, Venezuela e Guiana Francesa), atualmente só é abundante na Bolívia e no Suriname.
A castanheira é considerada vulnerável pela União Mundial para a Natureza (IUCN) e, no Brasil, aparece na lista de espécies ameaçadas do Ministério do Meio Ambiente.
Cajueiro, o gigante de Piragi
Cajueiro de Pirangi

Cajueiro de Pirangi


CAJUEIRO GIGANTE Registrado no Guiness Book of Records, o maior cajueiro do mundo se encontra em Pirangi, uma praia a 17 km de Natal.
Uma mutação genética faz com que sua copa cresça sem parar. Hoje seu tamanho é equivalente a um campo de futebol. A árvore dá cerca de 70 mil frutos ao ano e é uma atração imperdível em Natal, Rio Grande do Norte

Samaumeira

Samaumeira  (Ceiba Pentandra Gaertn).

Samaumeira (Ceiba Pentandra Gaertn).


A “mão das árvores” ou, simplesmente, samaumeira, é uma das mais emblemáticas árvores de toda a Amazônia. É considerada uma das árvores mais altas da região, em ambiente natural pode atingir até 70 metros de altura e o tronco até 3 metros de diâmetro. As suas grandes raízes de sustentação, chamadas de “sapopemas”, segundo dizem os índios que habitam as matas, ressoa longas distâncias um som grave, quando batidas com pequenos pedaços de pau, sendo por isto mesmo usado pelos povos indígenas em comunicação rudimentar, o “telefone” da floresta. Por causa de seu tamanho e de ser típica das áreas de várzea, precisa de raizes proporcionais a sua copa para que não acabe envergando, por isso é comum observar suas raízes no mesmo cumprimento dos galhos e a parte central atingir até 5 metros de profundidade. Também é conhecida pelos nomes de samauma e barriguda, por causa do acúmulo de água em suas raízes e troncos.
Em Belém, no perímetro urbano, está a majestosa árvore que pode ser apreciada no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, no Museu Paraense Emílio Goeldi, no Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, na Praça da República e na Avenida Almirante Barroso.

BASEADO EM PUBLICAÇÃO DA NATIONAL GEOGRAPHIC BRASIL

Tags:, , , , , ,

About cerradania

Operário das letras, Comunicador e Idealizador da Cerradania, Palestrante,Professor. Letterman, Communicator and Idealizer of Cerradania, Speakers,Teacher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Central do Cerrado – Produtos Ecossociais

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede MAIS Vida no Cerrado

O berço das águas corre perigo

biomas do cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

WWF - Latest

Citizenship actions in the Cerrado biome

ISPN

Citizenship actions in the Cerrado biome

Cerratinga

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Citizenship actions in the Cerrado biome

Museu do Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Day by Day the Farm Girl Way...

Simple life on a little piece of land.

Cerradania

Citizenship actions in the Cerrado biome

Jim Caffrey Images Photo Blog

photography from the ground up

%d blogueiros gostam disto: