Gosto, gostoso da mangaba

A mangabeira é uma árvore de porte médio, com altura variando de 4 a 7 m, podendo chegar até 15 m, de crescimento lento, copa ampla, às vezes mais ramificada que alta. O tronco é geralmente único, tortuoso ou reto, com 0,2 a 0,3 m de diâmetro. Os ramos são inclinados, numerosos, separados e bem formados. Os ramos jovens são de coloração violácea, lisos até um ano de idade, meio angulosos, curtos, com poucas folhas, floríferos no ápice. Caule rugoso e áspero com duas a três bifurcações na altura média de 40 a 50 cm da base. Toda a planta exsuda látex de cor branca ou róseo-pálida. Em território nacional é possível encontrar, além de uma rica fauna cheia de espécies, uma flora extremamente diversificada. Uma árvore chamada mangabeira dá um fruto muito delicioso e benéfico para a saúde: a mangaba. Mas é a própria planta que é excelente nos casos de doenças mais graves, sendo muito conhecida pela sua enorme ajuda no combate à pressão alta, quando administrada corretamente e acompanhada por um médico.

Mangaba (Hancornia speciosa)

Mangaba (Hancornia speciosa)


A mangaba e suas curiosidades
• É também chamada de mangaba-ovo;
• Pode ser matéria prima na fabricação de sucos, sorvetes, doces e bebida vinosa;
• Sergipe é o maior produtor de mangaba no Brasil;
• Os índios nomearam a planta de “mangabeira” e consequentemente as frutas de mangaba;
• O látex da árvore é utilizado para confeccionar uma borracha rosada;
• Mesmo sendo nativa do Brasil, a mangaba pode ser encontrada em boas condições no Paraguai e leste do Peru;
• Quando o interesse é para tratamentos medicinais, é a casca da árvore da mangaba quem é vendida em pedaços nas lojinhas de produtos naturais;
• É mais fácil a ocorrência da planta no cerrado, caatinga e litoral do Nordeste.
O fruto do tipo baga é elipsoidal ou arredondado de 2,5 a 6,0 cm, podendo ocorrer vários tamanhos na mesma planta, exocarpo amarelo com manchas ou estrias avermelhadas, polpa de sabor bastante suave, doce, carnoso-viscosa, ácida, contendo geralmente de duas a 15 ou até 30 sementes chatas de 7 a 8 mm de diâmetro, castanho-claras e rugosas.
Na região do Cerrado, observa-se, de uma maneira geral, uma safra de frutos por ano, que ocorre de outubro a dezembro e apenas alguns frutos temporões fora dessa época. Em Minas Gerais, a mangabeira floresce de setembro a novembro e frutifica de dezembro a janeiro.

Tags:, , , ,

About cerradania

Operário das letras, Comunicador e Idealizador da Cerradania, Palestrante,Professor. Letterman, Communicator and Idealizer of Cerradania, Speakers,Teacher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Central do Cerrado – Produtos Ecossociais

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede MAIS Vida no Cerrado

O berço das águas corre perigo

biomas do cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

WWF - Latest

Citizenship actions in the Cerrado biome

ISPN

Citizenship actions in the Cerrado biome

Cerratinga

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Citizenship actions in the Cerrado biome

Museu Virtual de Ciência e Tecnologia – Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Day by Day the Farm Girl Way...

Simple life on a little piece of land.

Cerradania

Citizenship actions in the Cerrado biome

Maravilhas do Cerrado

"O uso da fotografia e cultura digital para fomento da educação ambiental"

Jim Caffrey Images Photo Blog

photography from the ground up

%d blogueiros gostam disto: