Os eternos ameçados Quilombolas

Me emociono ao escrever desse segmento, me sinto atacado, por relembrar que desfrutei da aguerrida luta dos meus antepassados de uma busca incensante de viver melhor e, e agradeço pela astucia do meu vô (Zé pequeno),  que insurgiu contra as perseguições e dificuldades na comunidade de Chapada do Arroz – Brejinho de Oliveira – BA.                        Não temos o que comemorar pela devastação, perseguição e atentados contra os segmento  das comunidades quilombolas em seus territórios tradicionais e, consequentemente, a destruição de seus modos de vida e a violação de seus direitos.  São  várias formas de expropriação dos territórios tradicionais das comunidades e, consequentemente, a destruição de seus modos de vida e a violação de seus direitos. Também denunciamos a destruição do Cerrado no Vale, que além de tirar o território das comunidades quilombolas, vem causando grandes impactos ambientais e diminuindo a biodiversidade regional.

quilombolas

No passado, época da escravidão no País, negros e negras se refugiavam em terras distantes a fim de se esconderem e viverem em liberdade. Essas terras ganharam o nome de quilombos. A imagem de escravidão propagada pela “história oficial” ainda permanece no imaginário das pessoas, fazendo com que a luta do povo negro e suas práticas de resistência não sejam verdadeiramente reconhecidas pela sociedade. Foi somente a partir da Constituição Federal, de 1988, que o tema quilombola entrou na pauta das políticas públicas do Governo Federal, graças à mobilização de organizações sociais. Dentre as bandeiras empunhadas pelas famílias remanescentes de quilombos, está a conquista dos títulos de posse de terra.

Atualmente, foram mapeadas e identificadas 2.847 comunidades em 24 estados brasileiros, o Centro Oeste  possui 131.

De acordo com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA). As principais dificuldades para o avanço na titulação das terras quilombolas estão relacionadas a conflitos com o agronegócio e à falta de documentação referente à titulação. Existem ainda problemas de sobreposição de suas áreas com outras protegidas, como as Unidades de Conservação.

Vítimas da histórica concentração de terras no Brasil, os quilombolas resistem para garantir a sua autonomia. Para esse povo, a terra significa mais que uma simples área para produção. Vai além de fins econômicos, representa identidade, cultura, bens materiais e imateriais e relações sociais. Portanto, terra e quilombo caminham juntos.

Desde o início da história da formação dos quilombos, um em especial virou um símbolo da resistência do povo negro no Brasil ao regime da escravidão. O quilombo dos Palmares, liderado por Zumbi dos Palmares, localizado no estado de Alagoas. Foi um dos mais importantes quilombos no período colonial da história do País. Era formado por escravos que fugiram de fazendas dos estados da Bahia e Pernambuco. Os negros e negras viviam da agricultura, pesca, caça e do cultivo do milho, banana, feijão, mandioca, laranja e cana de açúcar. Zumbi e Ganga Zumba foram os líderes mais conhecidos do quilombo dos Palmares.

Abordagem baseado nas publicações dos

http://www.cerratinga.org.br/; http://www.redecerrado.org.br/index.php/povos-e-comunidades-tradicionais

About cerradania

Operário das letras, Comunicador e Idealizador da Cerradania, Palestrante,Professor. Letterman, Communicator and Idealizer of Cerradania, Speakers,Teacher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Central do Cerrado – Produtos Ecossociais

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede MAIS Vida no Cerrado

O berço das águas corre perigo

biomas do cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

WWF - Latest

Citizenship actions in the Cerrado biome

ISPN

Citizenship actions in the Cerrado biome

Cerratinga

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Citizenship actions in the Cerrado biome

Museu Virtual de Ciência e Tecnologia – Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Day by Day the Farm Girl Way...

Simple life on a little piece of land.

Cerradania

Citizenship actions in the Cerrado biome

Jim Caffrey Images Photo Blog

photography from the ground up

%d blogueiros gostam disto: