Sítios arqueológicos em Goiás

A região do estado é muito antiga por isso a locais que são considerados sitio arqueológico, sendo a cidade de Serranópolis, com o mais conhecido do estado o Sítio Arqueológico Manoel. Por Goiás ser um estado colonizado há muito, possui várias cidades com Patrimônio Colonial, criadas a partir das descobertas de ouro e prata.
A cidade de Goiás, foi capital até 1933 até a transferência para Goiânia, possui o Centro Histórico de Goiás, declarado em 2001 como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.
A cidade de Pirenópolis, possui também um vasto patrimônio histórico, com suas ladeiras e ruas de pedra, algumas cidades possuem patrimônio histórico mais com acervo moderado como Niquelândia que surgiu por causa do ouro de aluvial, seu acervo que se concentra ao Largo da Matriz, e no povoado de Tupiraçaba que foi por um dia a capital federal, e que no passado possui mais de 200 casas, a cidade de Corumbá de Goiás, onde seu patrimônio todo se concentra no morro, era antigamente entreposto comercial de gado, e a cidade e a Cidade de Pilar de Goiás, com patrimônio conservado, antigamente com minas de prata.
Serranópolis, município a 370 quilômetros de Goiânia, sudoeste do Estado de Goiás destaca-se em quantidade de vestígios da presença humana na pré-história.

serranopolis

Foto arquivo Secretaria de Turismo – GO

A região do estado é muito antiga por isso a locais que são considerados sitio arqueológico, sendo a cidade de Serranópolis, com o mais conhecido do estado o Sítio Arqueológico Manoel. Por Goiás ser um estado colonizado há muito, possui várias cidades com Patrimônio Colonial, criadas a partir das descobertas de ouro e prata.
A cidade de Goiás, foi capital até 1933 até a transferência para Goiânia, possui o Centro Histórico de Goiás, declarado em 2001 como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.
A cidade de Pirenópolis, possui também um vasto patrimônio histórico, com suas ladeiras e ruas de pedra, algumas cidades possuem patrimônio histórico mais com acervo moderado como Niquelândia que surgiu por causa do ouro de aluvial, seu acervo que se concentra ao Largo da Matriz, e no povoado de Tupiraçaba que foi por um dia a capital federal, e que no passado possui mais de 200 casas, a cidade de Corumbá de Goiás, onde seu patrimônio todo se concentra no morro, era antigamente entreposto comercial de gado, e a cidade e a Cidade de Pilar de Goiás, com patrimônio conservado, antigamente com minas de prata.
O turismo cultural e muito importante para o estado com misturas de todas as partes do mundo como os quilombolas de Cavalcante.
Serranópolis, município a 370 quilômetros de Goiânia, sudoeste do Estado de Goiás destaca-se em quantidade de vestígios da presença humana na pré-história.
A área do município de Serranópolis despertou a atenção de estudiosos em decorrência da variedade de pinturas e gravuras rupestres que cobrem os paredões de arenito e ainda por apresentar uma ocupação humana antiga, que data de aproximadamente 11.000 anos A.P. até o início do século XX. É uma das áreas arqueológicas mais ricas e importantes do Brasil para o estudo da chegada do homem e das populações caçadoras do período Holoceno. Como altitudes entre 500 e 950 metros, a área possui abrigos rochosos, localizados no arenito Botucatu, que apresentam espessas camadas arqueológicas e paredes decoradas com pinturas e gravuras” (SCHMITZ et al., 2004). (Republicado em tese de mestrado de Harley Anderson de Souza – O desgaste da pintura rupestre e dos abrigos sob rocha na RPPN Pousada das Araras em Serranópolis). As pinturas rupestres ou nas cavernas do Cerrado destacam-se entre as mais exuberantes do mundo e nem todas são conhecidas e estão devidamente georreferenciadas – com coordenadas conhecidas em um dado sistema de referência.
Em sítios arqueológicos foram encontrados indícios de que a região foi ocupada por mais de 550 gerações de homens antes do presente. E, em 1996, foi encontrado um esqueleto datado em 11 mil anos. Ao todo foram descobertos 1435 sítios arqueológicos em Goiás, de acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Desses, apenas 382 estão georreferenciados. São locais que foram utilizados por grupos ceramistas agricultores ou serviram de abrigos sob rocha onde são encontradas pinturas rupestres ou gravuras.
A área do município de Serranópolis despertou a atenção de estudiosos em decorrência da variedade de pinturas e gravuras rupestres que cobrem os paredões de arenito e ainda por apresentar uma ocupação humana antiga, que data de aproximadamente 11.000 anos A.P. até o início do século XX. É uma das áreas arqueológicas mais ricas e importantes do Brasil para o estudo da chegada do homem e das populações caçadoras do período Holoceno. Como altitudes entre 500 e 950 metros, a área possui abrigos rochosos, localizados no arenito Botucatu, que apresentam espessas camadas arqueológicas e paredes decoradas com pinturas e gravuras” (SCHMITZ et al., 2004). (Republicado em tese de mestrado de Harley Anderson de Souza – O desgaste da pintura rupestre e dos abrigos sob rocha na RPPN Pousada das Araras em Serranópolis). As pinturas rupestres ou nas cavernas do Cerrado destacam-se entre as mais exuberantes do mundo e nem todas são conhecidas e estão devidamente georreferenciadas – com coordenadas conhecidas em um dado sistema de referência.
Em sítios arqueológicos foram encontrados indícios de que a região foi ocupada por mais de 550 gerações de homens antes do presente. E, em 1996, foi encontrado um esqueleto datado em 11 mil anos. Ao todo foram descobertos 1435 sítios arqueológicos em Goiás, de acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Desses, apenas 382 estão georreferenciados. São locais que foram utilizados por grupos ceramistas agricultores ou serviram de abrigos sob rocha onde são encontradas pinturas rupestres ou gravuras.

trecho do livro Alumeia e óia pros encantamentos dos cerratenses (do autor)

About cerradania

Operário das letras, Comunicador e Idealizador da Cerradania, Palestrante,Professor. Letterman, Communicator and Idealizer of Cerradania, Speakers,Teacher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Central do Cerrado – Produtos Ecossociais

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede MAIS Vida no Cerrado

O berço das águas corre perigo

biomas do cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

WWF - Latest

Citizenship actions in the Cerrado biome

ISPN

Citizenship actions in the Cerrado biome

Cerratinga

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Citizenship actions in the Cerrado biome

Museu do Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Day by Day the Farm Girl Way...

Simple life on a little piece of land.

Cerradania

Citizenship actions in the Cerrado biome

Jim Caffrey Images Photo Blog

photography from the ground up

%d blogueiros gostam disto: