Ser du Goiás

Goiás é lindo de lugares incríveis que é difícil reunir tudo em um só lugar, porém, repasso alguns locais do cerrado de Goiás.

Goiás é reconhecida como a terra das cachoeiras, dos lagos artificiais, das praias fluviais, das águas quentes, da pesca. Mais recentemente, também se tem explorado a infraestrutura para eventos, com localização estratégica, de fácil acesso a todas as regiões do Brasil. Neste último caso, as belezas naturais do Estado entram como atrativos suplementares, reforçando o apelo do contato com a natureza. Até mesmo o planejamento dos roteiros turísticos principais já indica a deferência aos atrativos naturais. Dos quatro “caminhos” do turismo, três são referências à exploração das paisagens e belezas naturais do estado: o caminho do sol, que leva às praias do rio Araguaia e às cachoeiras e rios do sul e sudoeste; o caminho das águas, em direção às águas termais de Caldas Novas e Rio Quente, e às estâncias balneárias ao longo do rio Paranaíba; e o caminho da biosfera, que remete ao ecoturismo nas áreas mais preservadas de cerrado, no norte-nordeste do estado. Somente o caminho do ouro indica como atrativos aspectos eminentemente culturais, como os roteiros histórico-religiosos de cidades como Goiás e Pirenópolis.

Segue um pouquinho do cerrado de Goiás.

 Vale da lua em Alto Paraíso.

A Chapada dos Veadeiros, no Alto Paraíso de Goiás, guarda uma atração um tanto curiosa. Imagine que as formações rochosas do Vale remetem a superfície lunar. Além de uma paisagem espetacular, o Vale da Lua ainda conta com grutas e piscinas naturais e fascinantes.

vagalumes_e_cupinzeiros_parque_nacional_das_emas

vagalumes_e_cupinzeiros_parque_nacional_das_emas

Fenônmeno da Bioluminescência  – PARQUE Das Emas.                                                 Com 132 mil hectares de vegetação do cerrado, o Parque das Emas fica entre os municípios de Mineiros, Chapadão do Céu, em Goiás; e parte de Costa Rica, no Mato Grosso do Sul. Recebeu da Unesco o título de Patrimônio Natural da Humanidade por abrigar 1.600 espécies de animais e 500 tipos de plantas nativas. Entre as belezas encontradas no local, cerca de 20 milhões de cupinzeiros transformam-se em esculturas de terras iluminadas com o efeito da bioluminescência. Em períodos de chuvas, logo após o mês de outubro, as larvas de vagalumes se abrigam nos buraquinhos esculpidos nos cupins. À noite, elas emitem luzes esverdeadas, atraem e comem outros insetos. Os ingressos podem ser retirados com 48 horas de antecedência, documento conhecido por voucher, nos Centros de Atendimento ao Turista (CATs), na cidade de Mineiros, ou em agências de viagem. A entrada e visitação são mais fáceis pelo Chapadão do Céu, a 460 km de Goiânia.

Cachoeiras  Almécegas I Ee II – em Alto paraíso.                    

Localizadas na Pousada Fazenda São Bento, a 9 km de Alto Paraíso. O Córrego Almécegas percorre campos de flores e buritizais, sua mais bela cachoeira, Almécegas I, cai em forma de véu de noiva a 45 metros de altura em sua piscina de águas verdes.  O lugar é perfeito para a prática de rapel. A Cachoeira Almécegas II tem uma bela queda de 8 metros e grande poço para banho.

Cachoeiras santa bárbara em cavalcante.

A Cachoeira de Santa Bárbara, com 35 m de queda, é das mais bonitas da região e forma um poço de água cristalina, com pontos esverdeados e azuis, ótimo para um mergulho. Outra trilha, de 600 m a partir da mesma comunidade, leva até a Cachoeira Capivara, com bom poço para banho. Dica: ao chegar no povoado Engenho II, encomende uma galinhada caseira com um dos moradores (R$ 20 por pessoa). Centro de Atendimento ao Turista, 3494-1507.

 Pedra do Chapéu do Sol em Cristalina.

Uma obra rara e impressionante da natureza encontra-se a pouco mais de 6 quilômetros do centro de Cristalina, a Pedra Chapéu do Sol é um desses monumentos naturais que faz o ser humano refletir sobre o poder extraordinário que nos cerca. Equilibrada há milhões de anos em uma base de pouco mais de um metro de diâmetro e pesando mais de cem toneladas, a Pedra Chapéu do Sol fascina a todos que visitam o local.

Casa de Cora Coralina na cidade de Goiás.

A casa, quase intacta, da maior poetisa goiana de todos os tempos. Cora (de coração) e Coralina (de coral), pseudônimo de Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas (1889-1985), passou toda a sua vida aqui, ao lado da ponte sobre o Rio Vermelho. A visita guiada do Museu da Casa de Cora Coralina começa na cozinha, onde estão os tachos de cobre que Cora usava para fazer doces. O quarto também está como ela deixou, com vestidos pendurados na parede. Seus livros, fotos, cartas, máquina de escrever e até a bengala que a amparou até os últimos dias também estão expostos. Em duas salas, totens reproduzem vídeos em que ela aparece declamando seus poemas. Durante o tour você também conhece mais sobre as pessoas que fizeram parte da vida da escritora, como Maria Grampinho, andarilha que perambulava pela cidade carregando sua trouxinha (a quem Cora dedicou um poema). Personagem, folclórica em Goiás, é vendida em forma de bonecas de pano nas lojas de artesanato.

A Histórica  Pirenópolis.

Um passeio no real cenário da arquitetura colonial em Goiás. Um passeio (à pé, claro) pelas ruas mostra o contraste na história brasileira. Deixe o carro de lado, calce a rasteirinha, vista o bermudão e aproveite Piri, como a cidade é carinhosamente chamada.  O passeio revela ruas estreitas e uma cultura totalmente diferente das grandes cidades. Comece caminhando da Igreja Matriz até a Rua Direita, onde está o Museu das Cavalhadas. Depois vá até a Rodoviária (na rua debaixo) e volte para o centro, passando pela Ponte Pênsil e pela ponte de madeira, acabando na Rua do Bonfim. Pra relaxar, a Rua do Lazer, só para pedestres, é sempre uma boa pedida com ótimas opções de gastronomia e diversão para todos os gostos e bolsos.

Grutas de Terra Ronca em São Domingos (Parques Estadual de Terra Ronca)

Localizado nos municípios de Guarani de Goiás e São Domingos, o Parque Estadual de Terra Ronca, criado em julho de 1989, possui uma área de aproximadamente 57 mil hectares, abriga grutas com formações calcárias raras e preservadas, um espetáculo da natureza subterrânea. Sua principal atração é o complexo cavernícola, concentrado em pouco mais de 40km, onde se encontram inúmeras grutas de raríssima beleza, como as grutas de Terra Ronca (que deu nome ao parque), São Mateus e Angélica. A formação desse complexo se deve à ação dos rios que nascem na Serra Geral, ganham volume sobre os maciços de quartzito e acabam formando uma série de cavernas ao encontrarem o maciço de rochas calcárias dentro do Parque. A região possui vários sistemas de grutas, que têm em comum as galerias quilométricas e o grande volume dos cursos d’água. A gruta de Terra Ronca é a mais conhecida do local e se caracteriza principalmente pelo seu enorme pórtico e pela grandiosidade de seus salões.

Trecho do livro Cerradania: alumeia e óia pros encantamentos dos cerratenses.

VEM AI: A primeira expedição da Cerradania

 

 

About cerradania

Operário das letras, Comunicador e Idealizador da Cerradania, Palestrante,Professor. Letterman, Communicator and Idealizer of Cerradania, Speakers,Teacher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Central do Cerrado – Produtos Ecossociais

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede MAIS Vida no Cerrado

O berço das águas corre perigo

biomas do cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

WWF - Latest

Citizenship actions in the Cerrado biome

ISPN

Citizenship actions in the Cerrado biome

Cerratinga

Citizenship actions in the Cerrado biome

Citizenship actions in the Cerrado biome

Citizenship actions in the Cerrado biome

Museu Virtual de Ciência e Tecnologia - Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Day by Day the Farm Girl Way...

Simple life on a little piece of land.

Cerradania

Citizenship actions in the Cerrado biome

Maravilhas do Cerrado

"O uso da fotografia e cultura digital para fomento da educação ambiental"

Jim Caffrey Images Photo Blog

photography from the ground up

%d blogueiros gostam disto: