Força da natureza e fé no cerrado

Traditional knowledge, secrets of the medicinal plants of the sertões, belief and a lot of will to take care of the neighbor. The benzendeiras,  healers, seamstresses of bruise have supplied the lack of medical attention in the sertões of the cerrado.
For the traditional people of the cerrado has been one of the alternatives of pain relief and helped overcome some diseases.

A sabedoria ancestral, em chás de ervas, banhos e benzimentos, com rezas e cantos, e com essas práticas conseguem minorar muitos dos males que atingem os que as consultam. Assim, são essas pessoas, que conhecem as folhas, as cascas, os cipós, as luas mais propícias e também, as rezas que orientam sua fé na cura.

As benzedeiras,  rezadeiras, curandeiros, costureiras de machucadura têm suprido a falta de atendimento médico em localidades remotas dos sertões junto aos povos tradicionais do cerrado e tem sido uma das alternativas de alivio a dor e ajudado superar muitas doenças. São líderes naturais nas comunidades onde vivem. São respeitadas, principalmente pelas mães que, na maioria das vezes, optam por suas rezas para curar os filhos das doenças. Comum recorrer à flora do sertão  para fazer lambedores, purgantes, emplastros, pomadas e garrafadas, acompanhadas de gestos e orações, rezas, benditos, novenas, ofícios, terços, rosários, entre outros recursos de cunho religioso.

Nos sertões do Brasil, ainda é possível encontrar mulheres conhecidas por livrar muita gente de males que às vezes a medicina desconhece. O que mais elas rezam é “espinhela caída”. Segundo as rezadeiras, trata-se de uma dor provocada pelo deslocamento de uma cartilagem localizada na “boca do estômago” (saída do esôfago para o estômago). Outros males mais comuns curados pelas rezadeiras são o mau olhado, cobreiro, íngua, quebranto e erisipela. Em alguns casos, o “paciente” tem de voltar mais vezes para que a reza fique completa. Os chás e banhos de ervas medicinais também são receitados.

O conhecimento é repassado, principalmente, de mãe pra filha.   Geralmente, senhoras de fala mansa e andar compassado que adoram uma boa conversa e isso fez com que ela fosse uma das escolhidas para protagonizar os segmentos de rezadeiras, benzedeiras, curandeiras.

As legislações nacionais e internacionais precisam proteger os conhecimentos tradicionais e garantir às comunidades tradicionais alguma forma de repartição dos benefícios oriundos da biodiversidade.

Há também quem, mesmo nas cidades, prefira procurar uma benzedeira para casos em que a cultura popular identifica como sendo de trato das benzedeiras – empacho, espinhela caída, quebrante, bucho virado, e tantos outros nomes que o povo usa para designar sensações físicas muito incômodas.

Registramos o trabalho de uma guerreira Rufina – Benzedeira da região dos Grandes Sertões Veredas na Fazenda Pripiri, município de Januária , e com seus 95 Anos de Idade, continua a dar a sua contribuição de grande sabedoria para ajudar o próximo e que Deus lhe Dê muitos anos de vida e Saúde.

dona rufina

Dona Rufina em companhia do Guia Elson Barbosa (Grande Sertão Veredas)

Conhecimentos tradicionais, segredos das plantas medicinais dos sertões, crença e muita vontade de cuidar do próximo.

Texto com a colaboração do Guia Turístico e Cultural do Grande Sertão Veredas, Elson Barbosa.

 

About cerradania

Operário das letras, Comunicador e Idealizador da Cerradania, Palestrante,Professor. Letterman, Communicator and Idealizer of Cerradania, Speakers,Teacher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Central do Cerrado – Produtos Ecossociais

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede MAIS Vida no Cerrado

O berço das águas corre perigo

biomas do cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

WWF - Latest

Citizenship actions in the Cerrado biome

ISPN

Citizenship actions in the Cerrado biome

Cerratinga

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Citizenship actions in the Cerrado biome

Museu Virtual de Ciência e Tecnologia – Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Day by Day the Farm Girl Way...

Simple life on a little piece of land.

Cerradania

Citizenship actions in the Cerrado biome

Maravilhas do Cerrado

"O uso da fotografia e cultura digital para fomento da educação ambiental"

Jim Caffrey Images Photo Blog

photography from the ground up

%d blogueiros gostam disto: