No sertão de Minas o Urucuia agoniza

Escassez de água deixa situação crítica e coloca em risco nascentes e mananciais, como o palco do primeiro encontro entre Riobaldo e Diadorim da obra de João Guimarães Rosa.

Degraded, low volume or completely empty water sources redesign the scenario described in the Guimarães Rosa masterpiece in the Urucuia region, in the North and Northwest of Minas Gerais.

Arinos, Urucuia – Mananciais degradados e  com volume reduzido ou completamente vazios redesenham o cenário descrito na obra-prima de Guimarães Rosa na região do Urucuia, no Norte e Noroeste de Minas: o sertão até então pouco explorado, com grandes áreas de cerrado e uma infinidade de veredas onde Riobaldo conhece Diadorim.

Rio Urucuia agonisando

Agonia do Rio Urucuia (foto: Solon Queiroz/EM/D.A PRESS)

“Infelizmente, a maior parte das veredas da região está assoreada”, testemunha o técnico em meio ambiente Carlos Aparecido Ferroni, do escritório do Instituto Estadual de Florestas (IEF) em Urucuia, que começou a trabalhar em 1998 no órgão, quando as condições das nascentes da região “ainda eram muito boas”.

De lá para cá, conta, foi só degradação: desmatamento e movimento do solo para a formação de pastagens sem nenhuma medida protetiva, produção de carvão e danos provocados pela abertura de estradas, além do fator mais perverso de todos, o fogo, seguido pela formação de pasto e pisoteio do gado.

Um exemplo da destruição está na vereda da Mutuca, a três quilômetros da sede de Urucuia. Há três anos, um incêndio atingiu a área, transformando a maior parte da paisagem num cenário de buritis queimados ou mortos, sem uma gota d’ água acumulada.
Em outro ponto do município de Urucuia, na comunidade de Barrocação, a vereda do Pulvarim era um verdadeiro reservatório de água, abrangendo uma área de 10 hectares. Também há três anos, a área foi atingida por um incêndio. Trabalhadores da fazenda e vizinhos se esforçaram para controlar as chamas, mas não conseguiram evitar os danos, cujas consequências se sentem até hoje.
O fogo se prolongou por cerca de 15 dias. As chamas provocaram estragos por cerca de quatro dos oito quilômetros de extensão da vereda e devastaram cerca de 10 hectares, atingindo a sua cabeceira, onde estão visíveis os rastros de destruição, com restos de troncos de buritis queimados no chão. Uma parte dela ainda conta com buritis e outras espécies nativas de pé, mas o terreno perdeu a umidade. A lagoa que havia no local secou.

Córrego praticamente seco em Urucuia é exemplo dos efeitos do assoreamento das veredas. Guimarães Rosa descreveu a região como uma área de sucessivos brejo.

baseado na reportagem http://impresso.em.com.br/app/noticia/cadernos/gerais/2016/10/16/interna_gerais,189966/nascentes-e-rios-em-agonia.shtml

 

About cerradania

Operário das letras, Comunicador e Idealizador da Cerradania, Palestrante,Professor. Letterman, Communicator and Idealizer of Cerradania, Speakers,Teacher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Central do Cerrado – Produtos Ecossociais

Citizenship actions in the Cerrado biome

Rede MAIS Vida no Cerrado

O berço das águas corre perigo

biomas do cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

WWF - Conservation news & stories

Citizenship actions in the Cerrado biome

ISPN

Citizenship actions in the Cerrado biome

Cerratinga

Citizenship actions in the Cerrado biome

Citizenship actions in the Cerrado biome

Citizenship actions in the Cerrado biome

Museu Virtual de Ciência e Tecnologia - Cerrado

Citizenship actions in the Cerrado biome

Day by Day the Farm Girl Way...

Simple life on a little piece of land.

Cerradania

Citizenship actions in the Cerrado biome

Maravilhas do Cerrado

"O uso da fotografia e cultura digital para fomento da educação ambiental"

Jim Caffrey Images Photo Blog

photography from the ground up

%d blogueiros gostam disto: